12 setembro 2015

Naninha Macaquinho


Desde que lancei a marca Baby Fun Toys trabalhei com diversos tipos de naninhas e nesses 6 anos descobri que a que os preferidos dos bebês são os modelos mais antigos.
Parece que tem que ter jeito de vó para tomar lugar na vida dos bebês.
Na hora de dormir todos gostam de ter a sua naninha e um ambiente tranquilo.


Então preste atenção:
Se depois da historinha, a criança sonolenta parece calma e pronta para pegar no sono. Tudo perfeito, cama quentinha, luzes apagadas e... o bebê começa a chorar – sinal claro de que a noite está apenas começando!
Se essa cena lhe parece familiar, antes de se desesperar, saiba que seu filho pode estar inseguro, com medo de se separar da mãe. E uma das maneiras mais eficazes de lidar com essa fase de transição é dar a ele um amiguinho de pelúcia, um brinquedinho de tecido, um cobertorzinho macio, uma fraldinha de pano ou até um travesseirinho fofinho. São os chamados objetos transicionais e eu chamo de naninha.
Qual escolher?
As crianças gostam de ter, por perto, objetos fofos e que se afeiçoaram. “Eles trazem segurança para o bebê.
Os objetos transicionais simbolizam a figura materna para a criança. Há uma inevitável associação com o colo e o aconchego. Paninhos, cobertores e brinquedos de pano costumam fazer sucesso entre os bebês. Alguns meninos podem escolher objetos mais duros, como um travesseiro ou um bichinho de pelúcia e por isso temos o naninha 3 em 1.
Os objetos transicionais substituem a presença da mãe na mente da criança.
Essa teoria foi criada pelo psicanalista inglês Donald Winnicott e que, segundo o especialista, mais importante do que o objeto é a experiência da criança com ele. “Ele ajuda o bebê na difícil tarefa de construir sua identidade. São os primeiros estágios de uso da ilusão, uma transição que abre caminho para o desenvolvimento da criatividade e da capacidade de brincar”.
Sou contra Chupeta, pois os médicos dizem que além de fazer mal ontologicamente se torna o primeiro vicio da criança e depois é difícil de largar.
Nenhum dos meus filhos usou já todos tiveram suas naninhas.
Muitos pais relatam que a criança perde um pouco do interesse quando os brinquedos são lavados. Isso ocorre porque os bebês também o reconhecem pelo cheiro. No entanto, a opinião dos especialistas é a de que eles devem, sim, ser lavados sempre que necessário por questões de higiene e logo eles voltam a reconhecer suas naninhas amadas... rsss
As naninhas objetos devem ser encaradas como algo saudável.

Bjks da
Arteira Craft

4 comentários :

cida silva disse...

Oi amiga eu super apoio esta ideia.
Hoje em dia na era dos brinquedos de plásticos tudo ficou tão descartável.
As crianças logo se cansam de tanto plástico e percebem que no fundo é tudo igual e ai perdem o interesse. E o resultado é um monte de brinquedo entulhado.
Com as naninhas isso não acontecem pois elas percebem que aquele não é só um brinquedo e sim um colinho de vó ou de mão traz aconchego a elas. Bjs e boa semana

Rose Porciuncula disse...

Cida sem duvidas os brinquedos de pano são muito importantes para o desenvolvimento infantil! ;)
bjks
Boa semana para vc tmbm! <3

rosiaguni disse...

Aiiiii que fofooooo! Será que tive uma naninha? Acho que não! Deve ter sido a fralda amarrada na chupeta... rsss
Deu uma vontade de ser criança de novo e com direito a naninhas fofas assim!... Mas garanto que os futuros netinhos com certeza terão naninhas da Arteira Craft!
Bjus

Rose Porciuncula disse...

Vai ver teve sim Rose, pergunte a sua Mamys...rss
Eu vou amar fazer cada naninha dos seus netinhos...uhuuuu
bjusssss